gototop

Mudança ou adição de categorias

 

LOCAIS E HORÁRIOS DE ATENDIMENTO:

Clínicas credenciadas pelo Detran - Consultar


PROCEDIMENTOS:

a) Se for habilitado na categoria B, C, D ou E, realizar exames de sanidade física e mental em clínica credenciada junto ao Detran, se for acrescentar a categoria A;

b)Se for habilitado na categoria B, há no mínimo um ano, realizar exame de sanidade física e mental, se for trocar para a categoria C;

c) Se for habilitado na categoria B, há no mínimo dois anos, ou um ano na categoria C, realizar exame de sanidade física e mental, se for trocar para a categoria D;

d) Para trocar da categoria C para D ou de D para E há necessidade de novos exames;

e) Acrescentar a categoria B quando for habilitado na categoria A, realizar exames de sanidade física e mental, escolher o Centro de Formação de Condutores - CFC-B ou instrutor não vinculado.

f) Dirigir-se a um CFC-B, de preferência portando o formulário Renach, ou optar por instrutor não vinculado.

g) Após aprovação no exame teórica-técnico, o CFC-B deverá emitir a LADV (licença de Aprendizagem para Dirigir Veículo). O instrutor não vinculado do candidato deverá solicitá-la ao NUCAN/GERHAB (SAM lote A bloco B Ed. Sede, sala 105), NUHAB II Taguatinga ou NUTRAN II Gama e NUTRAN I Sobradinho, a referida licença (conforme calendário).

h) Após conclusão do curso prático de direção veicular, marca a prova prática de direção no CFC-B ou nos locais citados no item anterior.


Observações:

 1 - Aos condutores que exercem atividade remunerada será exigido o exame psicológico.

 2 - Nos casos de adição e mudança de categoria, será exigida 15h/a de prática de direção veicular.

 3 - Será obrigatório o curso de atualização de Direção Defensiva e Primeiros Socorros aos condutores que ainda não tiverem, ou que deixaram de renovar a CNH por mais de cinco anos.

 4 - Fica a critério do condutor escolher a prova ou curso no ato da revonavação, sendo que no curso não precisa atingir média, apenas freqüentar as 15h/a, quando à prova o candidato deverá obter 70% de acertos lembrando que a prova tem trinta questões, portanto o candidato deverá acertar 21 questões. Caso reprove deverá fazer uma nova prova, após cinco dias corridos.

Consultar tabela de encargos


DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA:

a) Carteira de Identidade ou documento equivalente, caso não tenha a habilitação (original e cópia);
b) CNPF - Cadastro Nacional de Pessoa Física (original e cópia);
c) Carteira Nacional de Habilitação (cópia e original);
d) Uma foto 3x4 colorida, com fundo claro, que identifique o candidato;
e) Comprovante de pagamento dos encargos;
f)  Contrato de prestação de serviços.


REQUISITOS:

a) TROCAR PARA "C":

1. Estar habilitado há, no mínimo, um ano na categoria "B";
2. Realizar exames clínicos;

3. Não ter cometido nenhuma infração gravíssima, grave ou ser reincidente em infrações médias, durante os últimos doze meses.

b) TROCAR PARA "D":

1. Idade igual ou superior a 21 anos;
2. Estar habilitado há, no mínimo, dois anos na categoria "B" ou no mínimo há um ano na categoria "C";
3. Não ter cometido nenhuma infração gravíssima, grave ou ser reincidente em infrações médias, durante os últimos doze meses.

c) TROCAR PARA "E":

1. Idade igual ou superior a 21 anos;
2. Estar habilitado há, no mínimo, um ano na categoria "C" ou estar habilitado na categoria D;
3. Não ter cometido nenhuma infração gravíssima, grave ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos doze meses.


IMPORTANTE:

· Se a Carteira Nacional de Habilitação - CNH anterior for de outro estado a emissão da nova carteira só será concretizada após a confirmação de transferência do prontuário pelo DETRAN de origem;

· Há carga horária para a prática de direção veicular;

· Após aprovação na prova prática de direção, a Carteira Nacional de Habilitação - CNH será enviada à residência ou domicílio (no DF), via correio;

· Em caso de reprovação no exame prático de direção, o novo exame só será realizado após 15 dias.

 
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início