Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/10/18 às 14h11 - Atualizado em 31/10/18 às 15h13

DF atinge um dos menores índices de mortes no trânsito

Distrito Federal supera média nacional e está à frente de vários países na redução da violência no trânsito

 

(Brasília, 18/09/2018) – Um levantamento que compara a evolução do índice de óbitos por 100 mil habitantes em países que adotaram iniciativas de segurança viária aponta que o Distrito Federal registrou o segundo melhor resultado na redução de mortes, entre os anos de 2010 e 2013. Os dados do DF foram comparados aos alcançados pela África do Sul, Bolívia, Brasil, Colômbia, Índia, México e República Dominicana.

Em 2011, teve início a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, proclamada pela Organização das Nações Unidas, cujo objetivo é a redução de mortes no trânsito em todo o mundo. No ano de 2010, o Distrito Federal atingiu a marca de 17,9 óbitos no trânsito por 100 mil habitantes. Três anos depois, houve uma redução de 23%, alcançando 13,8, resultado que superou a média obtida por países que adotaram iniciativas de segurança viária. O Brasil, em 2010, atingiu média de 22,5 mortes, já em 2013, o índice subiu para 23,4.

Segundo o Global status report on road safety 2015 da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2013, a Bolívia registrou 23,2 mortes por 100 mil habitantes, a Colômbia 16,8, a Índia 16,6 e a República Dominicana 29,3. Dentre os seis países pesquisados, o DF ficou atrás apenas do México, cujo índice de óbitos no trânsito foi de 12,3 por 100 mil habitantes.

De acordo com dados Detran-DF, em 2017, o Distrito Federal atingiu a média de 8,4, esse é o menor índice de óbitos já registrado por 100 mil habitantes no DF. Dentre os fatores de impacto na evolução dos óbitos, o Distrito Federal destacou-se na gestão da segurança viária, no controle de velocidade e no combate à direção de veículo após a ingestão de bebida alcoólica. Segundo o diretor-geral do Detran-DF, Silvain Fonseca, as ações de redução de acidentes e mortes no trânsito devem considerar as estatísticas e integrar a educação, a engenharia e a fiscalização de trânsito.

 

Excesso de velocidade

Durante a Semana Nacional de Trânsito, promovida de 18 a 25 de setembro, o Detran-DF realizará ações voltadas a conscientização de condutores, ciclistas e pedestres.  Dentre os principais temas, o Departamento abordará o excesso de velocidade que é uma das principais causas de acidentes e lesões no trânsito. Segundo o Global status report on road safety 2015, quanto maior a velocidade média do trânsito, maior é a probabilidade de ocorrência de uma colisão e maior é a gravidade.

No mês de setembro, além das ações educativas, o Departamento exibirá, por meio de veículos de comunicação, uma campanha publicitária institucional alertando sobre os riscos do excesso de velocidade. A campanha foi autorizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, que a considerou imprescindível em razão da grave necessidade pública e da educação no trânsito ser uma medida contínua na diminuição dos acidentes.

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo de Brasília

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)